domingo

Ana Paula


Seu nome: Ana Paula. 
Idade: 28 anos. 
Cortadora de cana e portadora de HIV.

Me parou  pedindo que lhe pagasse um lanche.

Eu vi mais do que fome em seus olhos. 
Paguei o lanche com os dez conto que o cara da delegacia me deu, comovido com minha pindaíba de fim de ano pós-assalto
Único dinheiro. Bem gasto...

Enquanto ela comia, ouvia sua história.
Pensava na minha e porque eu a encontrei em meu caminho hoje, justo hoje, que tudo está meio gris: o céu, meu coração e o mundo inteiro acho.
Mas falava com ela e sentia uma energia tão positiva que...
Ana Paula.

Nunca mais esquecerei seus olhos famintos.
Nunca mais esquecerei suas palavras.

Ela veio me ensinar que a vida não pára de ensinar...

quinta-feira

No meio do livro

No meio do livro
Tinha um verso
Tinha um verso no meio do livro tinha um verso.
Nunca me cansarei de lê-lo e relembrá-lo
Na minha caótica memória
De minha indelével paixão que
No meio do livro tinha um verso
Que tinha um verso no meio do livro

E era tão bom
E era Drummond...

sexta-feira

A quatro mãos

[Com Vera Brito]

Eu vivo sonhando com uma vida diferente
E tento fugir da realidade, sendo coerente
Mas a vida é um sonho que precisa ser vivido
E o maior de todos eles é ficar de bem comigo
E tenho certeza que um dia eu consigo...
Por aí afora eu vou aprendendo
Que de toda dor se tira uma lição
E lição, é sabedoria, receita prá ser feliz
Afinal, todo mestre um dia foi aprendiz
E assim me sinto a alma boa que tanta gente diz
É com essa alegria e esperança,
Que vou vivendo como criança
Esse sonho colorido, eu mesma pintei á mão
Esse e todos os outros, continuam no meu coração
A minha tinta é de esperança, fé e imaginação...